Tio Sam – O Veredicto da Legião

O exercício de ler alguma obra dentro do Santo Imaculado Selo Vertigo sempre incorre na possibilidade de na verdade, no fim das contas, ela não ser grande coisa. Por consequência, tal acontecimento nos faz ponderar se o que nos restava de inteligência foi asfixiado por anos a fio de leituras de vingadores psicóticos obcecados com um jeito duvidoso de se vestir, e temer o tribunal opinativo alheio que mantém uma folha em Couché escrita “Vertigo” na parede em que seu genuflexório está posicionado e que subitamente já se considera “inteligente demais” para se dar ao árduo trabalho de ler esses mesmos “vingadores psicóticos obcecados com um jeito duvidoso de se vestir” descritos acima. Mas  dito isso, e aí, qual é a desse Tio Sam (Steve Darnall e Alex Ross, duas edições, indicado ao prêmio Eisner de 1998)?

Continuar lendo “Tio Sam – O Veredicto da Legião”